Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

My Books News

My Books News

Manuais escolares

A propósito desta notícia de O Público, deixo aqui o estado dos livros entregues a uma das minhas sobrinhas.

Na prática (na escola dela), os manuais estão todos dispostos em mesas e as pessoas devem retirar os "melhores".

Considerando que a escola pode, no final do ano lectivo, recusar livros que não estejam em bom estado, o que nos garante que estes não serão recusados, precisamente pelos danos que já tinham?

Recordo que, se os recusarem, a minha sobrinha não terá direito ao manual gratuito, no ano seguinte.

Mais, o processo é tão subjectivo, que ela teve de apagar os que entregou e vai ter de apagar os que recebeu.

E estes, eram os que estavam "melhorzinhos".

 

E qual é o tempo de vida dos manuais? Ou seja, a reutilização implica um acumular de pequenos desgastes ao longo do tempo, que inevitavelmente levarão à sua inutilização.

O último da fila será a pessoa prejudicada?

IMG_20190821_194516_971.jpg

IMG_20190821_194529_377.jpg

IMG_20190821_194542_961.jpg

IMG_20190821_194603_345.jpg

IMG_20190821_194620_498.jpg

IMG_20190821_194635_102.jpg

IMG_20190821_194703_533.jpg

IMG_20190821_194733_880.jpg

IMG_20190821_194803_499.jpg

IMG_20190821_194814_690.jpg

IMG_20190821_194837_365.jpg

IMG_20190821_194857_633.jpg

IMG_20190821_194931_834.jpg

IMG_20190821_195001_409.jpg

IMG_20190821_195020_903.jpg

IMG_20190821_195107_835.jpg

IMG_20190821_195145_752.jpg

IMG_20190821_195205_185.jpg

A solução é simples:

- manuais obrigatoriamente novos no ensino primário, que tem necessidades específicas;

- aprovação de manuais APENAS se forem compatíveis com a reutilização.

 

O processo de reutilização de manuais é possível e desejável, mas claramente não é compatível com o contínuo baixar de calças às editoras.

Identidade(s)

transferir (1).jpg


Recomendo: Um museu sobre Portugal, à escala do mundo de hoje, António Manuel Hespanha


 


Eu sei que o circo do futebol tem muitas luzes e assobios. Mas realmente temos de nos concentrar naquilo que é importante.


 


Tem sido tratado como uma piada, mas há uma discussão muito importante, a passar por debaixo do radar, sobre o futuro/provável/improvável nome do museu das descobertas/descobrimentos/expansão


 


Tudo tem passado à margem do circo, mas considero ser uma das discussões mais importantes que poderiamos encetar sobre o nosso passado, a nossa História, o nosso futuro. 


 


Não se trata de uma discussão/piada sobre o nome de um museu. É uma discussão sobre como valorizamos (ou não) a multiculturalidade que somos, como valorizamos mais a realidade que o mito, como aceitamos o bom com o mau, reconhecendo os méritos, sem deixar de dar voz às vítimas.


 


Não é apenas sobre o passado. É sobre o nosso futuro. Que mundo seremos se ocultamos das nossas crianças uma cultura muçulmana, que também é nossa? Se alimentamos nacionalismos, em vez de informar os cidadãos sobre as significativas vantagens que nos advêm de reforçarmos uma Europa coesa (sem prejuízo de ser ou não uma "União Europeia").

Mais sobre mim

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

SCRIBD - 1 mês grátis para mim e 2 para vós

Se decidirem fazer uma inscrição grátis no SCRIBD, poderiam utilizar o meu convite? Eu receberei 1 mês grátis e a/o convidada/o receberá 2 meses grátis, em vez dos habituais 30 dias grátis.https://www.scribd.com/g/62ck8b