Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

My Books News

My Books News

Sai um romance para a mesa 7, se faz favor

Romance novelist Cristiane Serruya accused of plagiarism

 

Imaginem que são uma escritora (desculpe RicardoA) de romances e estão sem tempo ou inspiração (ou talento). Ora, não faltam escritores no mercado. Na verdade já se diz que não há quem leia porque está tudo a escrever um livro.

Bom, mas voltemos à nossa escritora que foi ao mercado (plataforma Fiverr) e encomendou um romance ou parte dele, ou bocadinhos, não sei bem.

Estava tão bonito que ela publicou o romance sob o seu nome. Porém, não é que o/a escritor/a fantasma andou a copiar outros romances de bestsellers internacionais?

Naturalmente, quando foi acusada de plágio, ficou chocadíssima:

 

“Wow, wow, wow. I just wake up to this. How could I have been plagiarizing 5 authors? I love your books, @TessaDare and I am a lawyer. I’d never do such a thing,” she wrote. “I just woke up to distressing news that my work has plagiarism from other authors. I am taking down all the works I did with a ghostwriter on Fiverr – who btw has closed the account – until I have made certain this is solved.”

#IStandByTheRoad (1)

A versão resumida da história: um grupo de pessoas que não gosta de Cormac McCarthy decidiu fazer uma leitura colectiva para explicar porque A estrada era mau.

 

Os defensores do livro, decidiram defender o livro filmando-se com ele... à beira da estrada, usando a tag #IStandByTheRoad.

Pessoalmente, nem compreendo o que motiva uma pessoa a ler um livro/autor que sabe que não gosta, ou o que motiva outra a ir para o frio para se filmar com um livro na mão.

 

Claramente há quem tenha demasiado tempo livre.

Curtas literárias 25.01.2019

1. Acumuladora

Tenho demasiados livros disponíveis no NetGalley, por ler e quero lê-los, senão não os teria pedido.

 

2.Definir poesia

Este post lembrou-me que um dos livros no meu telemóvel, por ler, é the princess saves herself in this one, que volta a trazer à baila a questão do que é a poesia. 

Também não estou a gostar particularmente, embora tivesse expectativas altas em relação à autora, Amanda Lovelace.

 

3. A ler

Acabei de ler um romance que não é muito romântico. Aos 80% do livro e nem uma beijoca. A verdade é que o romance entre as personagens principais nem é o centro da história, mas a forma como evoluem durante o seu convívio.

Adicionalmente, estou a aprender algumas coisas bastante interessantes sobre a guerra da sucessão norte-americana, nomeadamente sobre os espiões negros da Lincoln’s Legal Loyal League (4L), sobre as espiãs da Daughters of the Tent, sobre a ingerência de países europeus na guerra civil norte-americada.

Em suma, é um livro que me fez apetecer comprar uma série de livros de não ficção.

36392966.jpg

E, ao contrário do habitual neste género, Alyssa Cole obrigou-me a recorrer (com frequência) ao dicionário.

1.jpg

 

 

4. Humor

Bibliotecarários do it better. [Bored Panda]

 

5. Livros, os companheiros nos momentos mais difíceis

Uma das consequências do shutdown dos EUA, em que centenas de milhares de funcionários públicos estão sem trabalho e salário há mais de um mês (alguns têm de trabalhar sem remuneração), é que o consumo de livros está a aumentar, nomeadamente em bibliotecas. [Washington Post]

 

6. Bookstagram

A Oprah Mag recomenda algumas contas de Instagram para o book lover que há em nós. [Oprah Mag

 

7. Listas

READ HARDER: AN #OWNVOICES BOOK SET IN OCEANIA [BookRiot]

YALSA Announces the 2019 Great Graphic Novels for Teens List! [The Beat]