Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

My Books News

My Books News

Poesia/Prosa de Maria Teresa Horta

 


O livro é duplo, de um lado a prosa, com uma antologia de contos, e do outro a poesia. Depois de ler As Novas Cartas Portuguesas em que Maria Teresa Horta é co-autora, fiquei com imensa curiosidade em ler outros títulos da autora. 


 


A antologia de 8 contos é absolutamente sublime. Do erotismo a fazer corar os mais púdicos, à sensualidade que trepassa todas as páginas, às psicoses, à fantasia de alguns contos, à poesia de que parece ser feita a prosa, e as mulheres como denominador comum em todos eles. 


 



Minha caça.


Tu deslumbras-me e metes-me medo pelo imenso poder que manténs sobre mim, abrigando-me e apartando-te, recolhendo-me e largando-me, como uma futilidade caprichosa, cruenta, amando-me para logo me negares. No esquecimento de como a minha antiga natureza geniosa me leva à rebeldia e à desobediência, à ruptura na pressa de desprender-me, de libertar-me, a ganhar terreno para melhor me esquivar, desatar os nós corredios que deste na minha sorte, mapa de traições e clausura.


 



Toda a poesia de Maria Teresa Horta, nesta compilação, versa sobre o amor e o erotismo. 



Respirar na boca


as tuas poucas


                   palavras


 


Sabendo tão perto


de mim


os teus joelhos


 



 


E é aqui que surge o meu problema. Não me identifiquei com a poesia - ou não me identifiquei/senti o arrebatamento/paixão que li, ou não percebi - de todo - o conteúdo dos poemas. É uma falha minha, eu sei, mas tenho muita dificuldade em compreender o sentido figurado na poesia. 


 


Maria Teresa Horta utiliza imenso as asas como metáfora, mas ainda não compreendi o que significa; percebo que tem qualquer coisa a ver com as mulheres como anjos, mas...


E porque a chuva faz lembrar "a rosa molhada dos teus pulsos"? Melhor dizendo, o que é a rosa molhada dos pulsos?


 


Quando leio poesia sinto-me entre a confusão: não compreendi por limitação minha, ou é demasiado abstracto para compreensão? Volto sempre à questão primordial: a poesia sente-se ou aprende-se?

Mais sobre mim

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

SCRIBD - 1 mês grátis para mim e 2 para vós

Se decidirem fazer uma inscrição grátis no SCRIBD, poderiam utilizar o meu convite? Eu receberei 1 mês grátis e a/o convidada/o receberá 2 meses grátis, em vez dos habituais 30 dias grátis.https://www.scribd.com/g/62ck8b