Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

My Books News

My Books News

O conservador - Nadine Gordimer

Imagem (10).jpg 


Conhecem a expressão? Primeiro estranha-se, depois entranha-se. Foi assim que fui apanhada por este livro que decidi ler a propósito do Nobel da Literatura. 


 


O Conservador venceu o Prémio Man Booker de 1974 e Nadine Gordimer viria a vencer o Prémio Nobel da Literatura em 1991. 


Ler o perfil biográfico de Nadine Gordimer é um prazer: uma mulher de convicções fortes, que lutou pelo fim do Apartheid e pelos direitos civis dos negros sul africanos. É sempre um prazer quando as autoras são também as nossas heroínas.


 



Mehring é rico. Tem todos os privilégios e bens que a África do Sul pode oferecer, mas as "coisas" que possui recusam-se a permanecer objectos. A mulher, o filho, a amante, abandonam-no; o capataz e os trabalhadores tornam-se progressivamente indiferentes à sua autoridade; até a terra se rebela, quando a seca, e depois as inundações, destroem a sua quinta.


 



Mehring é um anti-herói que não tem uma única acção que possa ser considerada de maléfica, se esquecermos o importante pormenor que é a cumplicidade com um sistema que oprime e explora outros seres humanos. A crueldade dele está somente aí, na sua complacência, em como torna essa exploração um pormenor banal do seu dia a dia. 


 


Não é precisamente isso a que se referia, quando disse que a suprema tragédia não era a opressão e crueldade das pessoas más, mas o silêncio das pessoas boas?


 



O trabalhador branco sabe que não viveria tão bem em mais parte nenhuma do mundo, e os negros querem sapatos para calçar - em que outro sítio de África se vêem tantos negros bem calçados como nesta estrada?



 


O que pensei ser um livro arrastado, tornou-se compulsivo. Apesar de momentos em que me senti perdida nos fluxos de consciência do narrador, o final surpreendente fez com que tudo se tornasse claro. 


 



O dinheiro e a engrenagem do know-how. Não é assim que tu pensas? A política não conta. A ideologia não interesse nem ao menino Jesus. Aliás, os pobres diabos não sabem o que é melhor para eles. É assim que justificas as coisas a que fechas os olhos- é o que te safa, não é, Rei da Imparcialidade? O desenvolvimento. Nem mãos sujas nem espíritos comprometidos. Nem racista nem boetie dos cafres. Nem nojento comuna nem capitalista imundo. 


Mais sobre mim

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

SCRIBD - 1 mês grátis para mim e 2 para vós

Se decidirem fazer uma inscrição grátis no SCRIBD, poderiam utilizar o meu convite? Eu receberei 1 mês grátis e a/o convidada/o receberá 2 meses grátis, em vez dos habituais 30 dias grátis.https://www.scribd.com/g/62ck8b