Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

My Books News

My Books News

Auto-retratos do Mundo Annemarie Schwarzenbach 1908-1942

Annemarie Schwarzenbach é a autora que actualmente está a ser lida no Clube dos Clássicos Vivos, com o seu A morte na Pérsia, em que decidi não participar porque a minha biblioteca não o tinha.

Mas não resisti a trazer da biblioteca um livro que tem por origem uma exposição que foi feita no Museu Berardo e que teve a organização de Emília Tavares e Sónia Serrano. É um livro fantástico que me fez contextualizar a obra da autora na sua vida pessoal e profissional e na história mundial de então, permitindo-me embarcar no seu livro de contos com outros olhos.

Annemarie Schwarzenbach (1908-1942), teve uma vida absolutamente fascinante que incluiu viagens de carro pelo oriente num tempo em que o espaço das mulheres era confinado ao lar. Era homossexual e dependente de morfina. Porém, a sua morte chegaria aos 34 anos, após uma queda de bicicleta no seu país natal, a Suíça.



Como seria de esperar, até pelo período em que viveu, Annemarie Schwarzenbach e pela sua fisionomia andrógena, as questões de identidade dominam a sua obra, como aliás já tive a possibilidade de constatar pela leitura de "Com esta chuva". 

 

Mas a sua biografia também aponta para um factor decisivo para as suas viagens: uma mãe dominadora que, apesar de também ser homossexual, não aceita a exposição que a filha trás à família, por sê-lo abertamente.


 

Muito do que li até ao momento versa precisamente sobre fugas. Todos os contos têm refugiados, seja da Europa em que o nazismo e fascismo se instala, seja pelas circunstâncias da vida. Annemarie Schwarzenbach é uma vocal opositora dos regimes totalitaristas.


Curiosamente, parece estar cega ao fascismo português, com quem conviveu e para quem fez algumas reportagens. Annemarie Schwarzenbach viveu em Lisboa e era para cá que voltaria, não fosse o trágico acidente que resultou na sua morte.

Em suma, foi uma leitura surpreendemente envolvente, que se tornou fundamental para compreender e contextualizar a autora.


(...)
- Do que é que gostas de mim?
- Deu-me tanto trabalho amar-te -respondeu Alberto. - Fiquei a tremer quando te vi, mas tive a certeza de que não ias gostar disso.
- Não ia gostar de quê?
- Como ontem à noite. Pensei que não ias gostar, porque pareces um rapaz e nunca olhas bem para as pessoas. 
- Pois é.
Alberto observou-a, com um ar ansioso e suplicante.
- Tivemos a bordo uma rapariga parecida contigo.
-Também estavas apaixonado por ela?
- Perdidamente apaixonado. Mas depois ela disse-me que nunca tinha estado com um homem.
- Também nunca andei com um homem.
Ele olhou-a fixamente.
- A rapariga sabia o que é o amor? - perguntou Billy. Ele não parava de a olhar fixamente.
- Alberto - disse Billy -, fiz-te uma pergunta.
- Sabia. Sabia até muito bem. Mas ama uma mulher. E o mais terrível é que ninguém tinha reparado.- Olhava Billy fixamente. - Por favor - suplicou -, repete lá o que disseste ainda agora!
- Não creio que seja assim tão importante - (...)

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

SCRIBD - 1 mês grátis para mim e 2 para vós

Se decidirem fazer uma inscrição grátis no SCRIBD, poderiam utilizar o meu convite? Eu receberei 1 mês grátis e a/o convidada/o receberá 2 meses grátis, em vez dos habituais 30 dias grátis.https://www.scribd.com/g/62ck8b