Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

My Books News

My Books News

Auto-avaliação: 2018 foi um ano Read Harder?

Foi o podcast BookRiot que me sensibilizou e desafiou a ler diversamente. E o seu Read Harder Challenge, é sempre uma referência para mim.


Por isso, este ano, em vez de o tentar completar, tentei utilizar esse desafio como "grelha de avaliação " das minhas leituras de 2018. E até acho que não me saí nada mal.


1. Um livro publicado postumamente: I’ll be gone in the dark - Michele McNamara

2. Um livro com um verdadeiro crime: American Fire, Monica Hesse

3. Um clássico de ficção de género (ou seja, mistério, policial, ficção científica / fantasia, romance): Vários de Arthur Conan Doyle

4. Um livro cuja história se desenrole em ou sobre um dos cinco países do BRICS (Brazil, Russia, India, China, or South Africa): A escrava Isaura - Bernardo Guimarães

5. Um livro sobre natureza: Malditos, Histórias de Homens e de Lobos, Ricardo J. Rodrigues

6. Um western: Texas Bride, Joan Johnston

7. Um livro de literatura colonial ou pós-colonial: A Casa e o Mundo, Rabindranath Tagore

8. Um romance por ou sobre uma pessoa de cor: Black Lace, Beverly Jenkins

9. Um clássico infantil publicado antes de 1980: A volta ao Mundo em 80 dias, de Júlio Verne

10. Um livro de memórias de celebridades: Sex Object, Jessica Valenti

11. Um livro de leitura numa assentada: Pequenos Vigaristas, Gillian Flynn

12. O primeiro livro em uma série YA ou de grau médio, novo para si: Dragonflight, Anne McCaffrey

13. Um romance de ficção científica com uma protagonista feminina e por uma autora: Dragonquest, Anne McCaffrey (entre outros)

14. Um livro de ficção de género traduzido: Segredos de um final feliz, Lucy Dillon (entre outros)

15. Um livro com uma capa que odeie: Casamento de Conveniência, Georgette Heyer (entre outros)

16. Um mistério por um/a autor/a de cor ou LGBTQ+: Sarah Waters, Os hóspedes

17. Um livro de leitura obrigatória/atribuída que odiava (ou nunca terminou): Amor de Perdição, Camilo Castelo Branco

18. Uma banda desenhada que não seja publicada pela Marvel, DC, ou Image - Armazém Central: Marie, Régis Loisel, Jean-Louis Tripp

19. Uma BD escrita e desenhada pela mesma pessoa - Toda a Mafalda, Quino

20. Um livro de ciências sociais - SPQR, Mary Beard

21. Uma selecção do Oprah Book Club - O som e a fúria, William Faulkner


Os que não fiz:

  • Uma BD escrita por uma pessoa de cor
  • Uma antologia de ensaios
  • Um livro com uma protagonista com mais de 60 anos

Amanhã, o BookRiot irá anunciar as tarefas da edição do Read Harder 2019.