Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

My Books News

My Books News

Anna Karenine - Liev Tolstói

Nos anos 50, José Saramago traduziu Ana Karenine para o português, a partir do francês. E em 2019 eu percebi que tinha essa tradução, na minha colecção de clássicos publicada pelo Jornal de Notícias.

 

Anna Karenine, de Liev Tolstói foi o mega clássico que pensei que iria ler, juntamente com outros membros da comunidade booktube, durante o mês de Agosto. Quando isso não se concretizou, decidi ler sozinha. Afinal de contas, era o meu primeiro grande clássico russo e aquele que tem uma das mais famosas primeiras frases da literatura:

 

"Todas as famílias felizes são iguais, mas cada família infeliz é infeliz à sua maneira"

 

No centro do romance estão três casais: Ana Karenine e o seu amante, o Conde Alexei Vronsky; Levine e a sua jovem amada Kitty; Stepan Oblonsky e a sua esposa Dolly.

 

O romance começa com a ruptura entre o casal Stepan-Dolly, fruto da infidelidade do primeiro, que leva a uma visita de Ana Karenine, sua irmã, que tentará a reconciliação.

Dolly é uma mulher que ama o marido e que, por isso, sofre amargamente com as suas traições (a última com a perceptora das crianças), com o peso das sucessivas gravidezes e a educação dos filhos.

 

Levine ama Kitty, que por sua vez está enamorada do Conde Alexei Vronsky. Por isso, quando Levine a pede em casamento, esta recusa, causando grande sofrimento ao proprietário e agricultor.

Porém, o galante Conde Alexei Vronsky, assim que vê Anna Karenine, apaixona-se por esta e afasta-se de Kitty, deixando a jovem humilhada e sem pretendente.

 

Anna Karenine, por sua vez, faz o impensável para a época e abandona o filho e o marido para ir viver com Alexei Vronsky, de quem engravidou entretanto. O sofrimento de Anna Karenine, pelo afastamento do filho e ostracizada pela sociedade e até família é quase uma personagem com vida própria.

 

A dupla Anna/Alexei é considerada o cerne da história, mas honestamente, foi por Levine que me apaixonei. As suas dificuldades em se reconciliar com a rejeição, o seu amor por Kitty, a dedicação ao trabalho, às condições das suas propriedades (nem sempre com resultados positivos), os seus dilemas morais e a sua resistência à modernidade são o fio condutor de uma personagem incrivelmente rica e bem desenvolvida.

Levine é o meu herói nesta história, imperfeições e tudo.

 

Existe uma boa dose de história e filosofia, ou não estivesse a decorrer durante as reformas liberais que extinguiram a servidão dos camponeses russos.

 

A leitura foi bastante mais fluída que imaginava. Depois de um arranque lento, só as horas para dormir me obrigavam a parar.

 

O calhamaço de 700 páginas não me impressionou fortemente, confesso. É um incrível exemplo do realismo, mas quem tem um Eça...

5 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

SCRIBD - 1 mês grátis para mim e 2 para vós

Se decidirem fazer uma inscrição grátis no SCRIBD, poderiam utilizar o meu convite? Eu receberei 1 mês grátis e a/o convidada/o receberá 2 meses grátis, em vez dos habituais 30 dias grátis.https://www.scribd.com/g/62ck8b