Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

My Books News

My Books News

A cidade das mulheres - Christine de Pisan


 


 A Cidade das Mulheres que Christine de Pisan (italiana e não francesa, como pensei) constrói com a ajuda da Razão, da Justiça e da Rectidão, é feita sobre a desconstrução de todos os preconceitos que recaem sobre o feminino (são fúteis, inferiores, desleais, desonestas, infiéis,...) e argumentos para barreiras que são colocadas às mulehres (por exemplo na educação e na profissão). 


 


A cada preconceito, o argumento que demonstra o contrário e o exemplo de uma mulher que se destacou em determinada área.  Porém, esses exemplos são, quase na sua totalidade, de mulheres da ficção literária ou mitologia, o que tenho de admitir ser uma desilusão. Não conheceria mulheres capazes de preencher os requisitos de excelência, ou estes não passavam o crivo da exigências literárias?  


 


Aparentemente, o mundo não evoluiu assim tanto porque esta obra de 1405, permanece muito actual, até no que respeita a vestuário:



Minha querida Christine, não é da minha conta tentar encontrar desculpas para estas mulheres que são demasiado exigentes e obcecadas com a sua aparência, é seguramente uma imperfeição e não das mais pequenas. Usar roupas que não são adequadas à idade de uma pessoa é particularmente repreensível.


Porém, embora não tendo intenção de perdoar esse defeito, também não quero que alguém pense que tem o direito de recriminar quem o faz mais do que aquilo que é estritamente necessário. Posso garantir-te que nem todas as mulheres que fazem isto estão interessadas em seduzir um homem. Algumas pessoas, não só mulheres mas também homens, têm um gosto legítimo e uma inclinação natural para tirar prazer da elegância e de tido o que é belo, de possuir boas roupas e belos adornos.  



 


Escolhi este trecho, em particular, porque enfiei o barrete. E mais não digo. 


 


Mas é duro ter de aceitar que, apesar de tudo é um livro de alguém que vivia em 1405 e, como tal, se por um lado vemos um tratado pelo feminismo, que defende o direito das mulheres à educação, à igualdade no julgamento, à autodeterminação, também temos o oposto: a defesa que as mulheres se querem puras, recatadas, virtuosas.


 


Christine começou muito bem, mas terminou muito mal:



Quanto a vós meninas, que sois jovens e virgens donzelas, sede puras e modestas, recatadas e leais, pois os homens libidinosos lançaram as redes para vos caçar. Mantende o vosso olhar sempre dirigido para o chão, falai com parcimónia, e sede cautelosas em tudo o que fizerdes.



 


E não acreditam o quanto o livro é actual? Pois eu ouvi, este preciso discurso, num programa televisivo de Tarot, em pleno 2016:



As mulheres cujos maridos são caprichosos, pecadores e cruéis devem esforçar-se por tolerá-los. Devem fazer tudo para ultrapassar a perversidade deles e tentar que regressem ao bom caminho, mais razoável e respeitável. Ainda que os maridos estejam tão enraizados no pecado que todos os seus esforços sejam em vão, as almas destas mulheres irão pelo menos beneficiar largamente por terem mostrado tal paciência. Além disso, toda a gente as louvará por iso e permanecerá do seu lado. 


 



Acompanhar com o magnífico episódio THE LADY VANISHES, do podcast Revisionist History. 


Palavra nova: tokenismo

Mais sobre mim

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

SCRIBD - 1 mês grátis para mim e 2 para vós

Se decidirem fazer uma inscrição grátis no SCRIBD, poderiam utilizar o meu convite? Eu receberei 1 mês grátis e a/o convidada/o receberá 2 meses grátis, em vez dos habituais 30 dias grátis.https://www.scribd.com/g/62ck8b