Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

My Books News

My Books News

Lidos em 2019

Janeiro

1. Becoming - Michelle Obama [Audiolivro] WWW

2. Blad Blood - John Carreyrou [Audiolivro] WWW

3. O feiticeiro de Terramar - Ursula K. Le Guin E

4. Caniços ao vento - Grazia Deledda B

5. Lavínia - Ursula K. Le Guin B

6. Alegria! Guia Ilustrado da Arte de Arrumar a Sua Casa e a Sua Vida, Marie Kondō

7. An Unconditional Freedom, Alyssa Cole WWW

8. O Misterioso Caso de Styles, (Hercule Poirot #1), Agatha Christie

9. Vasto Mar de Sargaços, Jean Rhys E

10. Fortaleza Digital, Dan Brown  E

11. História de um cão chamado Leal, Luis Sepúlveda  E

 

Fevereiro

12. 10 Segredos para Ser Seduzida por um Lorde, Sarah MacLean

13. A independência de uma mulher, Colleen McCullough B

14. Magnífica Sophy, Georgette Heyer B

 

[Desisti]

Ficções, José Luís Borges E

 

 

Contos

Cat Person, Kristen Roupenian | The New Yorker

Curtas literárias 27.01.2019

1. Listas

Claire Scorzi despediu-se recentemente do Booktube. Ficam as saudades e a excelência do conteúdo.

 

2. Ler

Three years ago, his life was overturned by an online mob that accused him of murder. The fact that the mob’s outrage was driven by ignorance didn’t make it any less frightening. (...) “One of the most poorly known birds in the world was there, in front of me, like a creature of myth come to life,” he wrote in a dispatch to the museum. (...) It wasn’t until the public realized that Dr. Filardi had “collected” the bird — killing it for the museum’s research collection — that the adulation turned to venom.

 

Rebecca Solnit’s Lovely Letter to Children About How Books Solace, Empower, and Transform Us [Brain Pickings]

 

O ano da morte da leitura? [Scriptorium]

(...) durante essa conversa, a certa altura, lançarmos a frase «E que tal isto?» passando de imediato a ler em voz alta um texto (bem escolhido) de O Ano da Morte de Ricardo Reis de José Saramago mesmo sem referir a obra. E esperar por reações espontâneas. E colher essas reações.

 

How to Read the Good Books - From the Torah to the Quran, sacred texts can resist and reward modern readers. [The New Yorker]

Também lidos em Janeiro

11307599.jpg

O Feiticeiro de Terramar (Ciclo Terramar #1), Ursula K. Le Guin

Um dos meus planos para este ano literário é ler o ciclo Terramar. Tenho os primeiros 3 livros, mas quero ler todos.

 

Lavinia, Ursula K. Le Guin

Na Eneida de Virgílio e na mitologia romana, Lavínia é a segunda esposa de Eneias, um dos grandes guerreiros troianos, cuja descendência iria ser a génese de Roma. Mas das mulheres não reza a história e por isso Ursula K. Le Guin decidiu desenvolver a personagem, colocando-a em permanente conexão com o poeta Virgílio.

 

An Unconditional Freedom (The Loyal League, #3), Alyssa Cole

 

Apesar de ser o terceiro de uma série, as histórias são independentes.

 

A história centra-se em plena guerra civil norte-americana com dois espiões negros da Lincoln’s Legal Loyal League (4L): Janita e Daniel. Janita, uma mulata cubana que viveu num mundo estanque com escravos por servos, encontra-se agora numa posição impossível: infiltrada numa organização de espiões dos unionistas, a tentar obter informações para os rebeldes que poderão ser a salvação do seu pai, que se encontra preso.Daniel é uma personagem fascinante, um negro nascido livre e com educação superior, é capturado e vendido no sul como escravo. Na 4L procura vingança e tenta enquanto tenta sobreviver com stress pós-traumático.

 

Entrei no livro depois de uma recomendação como uma autora para preencher o desafio do Book Riot Read Harder Challenge: ler um romance histórico por uma pessoa de cor. Este era um que encontrei disponível no NetGalley (a minha nova biblioteca digital).

 

Saí do livro a desejar ler todos os livros de não ficção sobre o tema, que encontrei nas notas.

 

“The first installment in Cole’s  Loyal League series defies genre stereotypes at every turn. It’s both a romance and a spy novel, with a healthy dose of adventure thrown in, and it offers a nuanced portrayal of Civil War–era racial politics. Any reader who thinks romance novels are pure fluff will be schooled by Cole’s richly drawn characters, who must overcome generations of trauma in order to let themselves love each other.” —Kirkus starred review

 

6939202.jpg

O Misterioso Caso de Styles, Agatha Christie

 

O primeiro romance com Poirot em que todos os membros de uma família são suspeitos da morte, por envenenamento, da matriarca. O resto é a mestria de Agatha Christie.

 

 

6293905.jpg

Vasto Mar de Sargaços, Jean Rhys

 

Este é o meu primeiro contacto com a autora de origem inglesa (1890-1979), nascida nas Caraíbas, numa Domínica então colónia britânica.

 

Jean Rhys decidi pegar no clássico de Charlotte Brontë - Jane Eyre - e dar voz à esposa louca de Rochester. Antoinette Cosway é essa mulher, antes de Rochester a transformar em Bertha. 

 

É um livro de leitura difícil, com os dois narradores a se cruzarem, metáforas perfeitas para o pós-colonialismo. Ela a lutar para ser livre, ele a tentar vergá-la ao ponto de lhe mudar o nome.

 

Não sei se é uma obra prima, como vi descrito, mas perdura depois da última página, com múltiplas leituras e é perfeitamente capaz de aniquilar a versão romantizada de Rochester.

 

Apesar de a história se colocar como uma prequela a Jane Eyre, não me parece que consiga sobreviver a uma leitura sem essas referências.