Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

My Books News

My Books News

Reler 1984 (George Orwell) na era de Trump

6309556.jpg

Começo pela conclusão: reler 1984, de George Orwell, na era de Trump e Putin é verdadeiramente assustador.

Para ser honesta, a minha releitura pareceu-me mais assustadora agora, por acreditar ser mais fácil chegar a um mundo assim.

 

Há muito que desejava reler 1984. Aliás, ultimamente tenho sentido vontade de fazer algumas releituras.

Adiei a de 1984 para coincidir com os 70 anos da publicação da obra (Junho 2019), porque sabia que teria outras pessoas e meios de comunicação social a fazer um balanço da obra. É sempre uma perspectiva interessante.

 

A leitura, confesso que foi a custo, sem qualquer prejuízo para a qualidade da obra. Já sabia o final e essa perspectiva era tão deprimente como o livro.

Ler cada trecho era uma associação imediata à actualidade, com as piores das associações.

 

1984 é um livro sobre o poder, mas também é um livro sobre o poder dos livros e é aí que está a sua grande riqueza.

 

 

 

Curtas literárias 12.07.2019

1.

No Librivox, descobri leituras da triologia Herland: Moving the Mountain e Herland de Charlotte Perkins Gilbert.

O terceiro livro - With Her in Ourland, está em progresso.

Quando estou a ouvir um livro, prefiro que não haja mudança de narração, mas é melhor que nada.

 

2.

A minha estratégia não me deixou mal. Este mês consegui comprar um presente com 40% + um voucher que tinha para gastar.

 

3.

Eu estava com esperança que o Scribd me enviasse novamente um acesso gratuito de 30 dias. Ontem, tinha um convite na caixa de correio. Yeah!!!

Capturar.JPG

 

4.

As minhas últimas leituras foram 1984 de George Orwell e a minha primeira mangá: NonNonBa de Shigeru Mizuki.

Uma releitura e uma introdução num género, num período de leituras parcas.

 

5.

Ontem o blog rededebibliotecasescolares republicou uma entrevista de António Lobo Antunes (2011). A rever.

 

6.

Há quem faça do verão o período das leituras light. Eu aproveito o tempo extra das férias para os calhamaços.

Por isso, adorei particularmente o post da sweetstuff que refere o SPQR da Mary Beard, como uma leitura que gostaria de fazer neste verão.

 

7.

E para terminar, isto:

E se querem mais, sugiro o artigo da Electric Literature: Librarians Are Secretly the Funnest People Alive.