Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

My Books News

My Books News

2018: Um ano de destaques de não ficção

Há alguns anos comecei a descobrir a introduzir, de forma muito intencional, a não ficção nas minhas leituras como uma ferramenta de desenvolvimento pessoal. Mas não só, porque quando me abri a este novo género, rapidamente descobri que a não ficção pode ser uma leitura muito divertida.

Clássicos (2).png

Leslie Jamison, The Empathy Exams: Essays 
O Mistério dos Mistérios, Clara Pinto Correia
Olha-me nos olhos, John Elder Robinson 
I’ll be gone in the dark - Michele McNamara 
Racismo em Português - O lado esquecido do colonialismo, Joana Gorjão Henriques
Racismo no País dos Brancos Costumes, Joana Gorjão Henriques
Armas, germes e aço, Jared Diamond
Ainda aqui estou, Patrícia Carvalho
Malditos, Histórias de Homens e de Lobos, Ricardo J. Rodrigues
The Feather Thief: Beauty, Obsession, and the Natural History Heist of the Century, Kirk W. Johnson
SPQR – Uma História da Roma Antiga, Mary Beard 
Moonwalking with Einstein: The Art and Science of Remembering Everything, Joshua Foer

 

Quando olhei para esta lista de destaques, entre as minhas leituras de não ficção, senti-me particularmente satisfeita. Foi um excelente ano para não ficção.

Li vários livros que contribuíram para renovadas visões do mundo, que me ensinaram sobre o nosso planeta e os seus habitantes e ainda que me entretiveram com histórias do extraordinário (como aconteceu com os livros sobre crimes reais e a memória).

 

Comecei o ano com um livro magnífico de ensaios sobre a empatia (The Empathy Exams: Essays), mas, outros se seguiram que acabam por ser sobre nos colocarmos no lugar dos outros: Olha-me nos olhos (Síndrome de Asperger) e os livros da Joana Gorjão Henriques sobre o racismo.

 

Este últimos fazem também parte de um conjunto de livros sobre Portugal que quero ler, como ferramenta para conhecer melhor a realidade nacional. É incrível a forma como apenas 1 ou 2 livros me foi permitindo ler as notícias de forma mais informada.

Fazem também parte desse grupo as leituras de Malditos, Histórias de Homens e de Lobos e Ainda aqui estou, da colecção de retratos da Fundação Francisco Manuel dos Santos. Aliás, tenho vários livros na estante, entre retratos e ensaios que são um dos meus objectivos de leitura para 2019.

 

Tenho de destacar o magnífico Moonwalking with Einstein: The Art and Science of Remembering Everything, Joshua Foer, um audiolivro sobre a memória que me fez querer treiná-la e reinventar a forma como percepciono o tempo.

 

Finalmente, destaco os grandes calhamaços que me ensinaram imenso sobre o nosso mundo e, acima de tudo, desconstruiram ideias erradas que a história superficial e a cultura popular me foram dando ao longo da vida: Armas, germes e aço sobre a evolução humana e como nos fomos instalando pelo planeta e os porquês das diferenças civilizacionais e SPQR, sobre a história da Roma Antiga.